Roteiro de 1 dia pelo Centro Histórico de Valência

Jardim da Plaza del Ayuntamiento no Centro Histórico de Valência

Se gostas de explorar centros históricos a fundo, terás muito por onde te perder em Valência. A diversidade de pontos de interesse, museus e demais espaços culturais, jardins, bairros, ruas e ruelas, lojas e tasquinhas variadas, poderão fazer-te despender algum tempo apenas no Centro Histórico de Valência… mas atenção: a cidade tem muito mais para descobrir!

Para te ajudar a planear melhor os teus dias em Valência espreita o artigo Visitar Valência em 3, 4 ou 5 dias – Sugestão de roteiro.

Roteiro pelo Centro Histórico de Valência

Numa visita à cidade de Valência, vale a pena dedicar um dos dias inteiramente ao Centro Histórico e como sabemos que, regra geral, viajas com tempo limitado e que te dá jeito otimizar o tempo seguindo um roteiro que alguém já tenha testado, criamos aqui uma rota para descobrires o Centro Histórico de Valência num desses dias.

Com este roteiro passarás pelos pontos principais do Centro Histórico de Valência e, se ainda tiveres oportunidade e vontade, podes vaguear pelas ruas e ruelas circundantes ou parares para petiscar alguma coisa onde te apetecer.

Dependendo da localização do teu alojamento, começa este roteiro em Valência na ordem que aqui descrevemos (de sul para norte) ou então na ordem oposta (de norte para sul).

1. Estación del Norte de Valencia

A Estació del Norte de Valencia não é uma simples estação de comboios. É um edifício lindíssimo, decorado por fora com vários elementos da agricultura valenciana como as laranjas. Vale a pena também espreitar os vários mosaicos que decoram o interior do edifício, ora com inscrições desejando Buen Viaje ora com painéis ilustrativos das tradições valencianas.

Fachada da Estación del Norte de Valência

2. Posto dos Correios

Segue caminho até à Plaça de l’Ajuntament e dá primeiro um salto ao Posto dos Correios que aí se encontra. Por fora o edifício poderá não te chamar a atenção mas entra e aprecia a sua arquitetura fora do normal, assim como a decoração peculiar do teto.

3. Praça do Ajuntamento, Câmara Municipal e Museu Histórico da Cidade

Aí já te encontras numa das principais praças da cidade: a Plaça de l’Ajuntament, onde se situa o edifício da Câmara Municipal e Museu Histórico da Cidade. A entrada é gratuita e o horário é das 8h às 14h45m. Vale a pena, pelo menos, subir à varanda do edifício para ver esta praça de uma perspetiva mais ampla.

O morcego é o símbolo da cidade e, como tal, encontra-se em lugar privilegiado na fachada da Câmara Municipal. Há várias versões da história do morcego mas, no fundo, quando Jaime I de Aragão (um dos Reis de Valência durante o século XIII) se preparava para atacar os muçulmanos que à data ocupavam a cidade, um morcego apareceu e foi como um bom presságio para a batalha que os levou à reconquista de Valência.

Morcego na fachada da Câmara Municipal de Valência

4. Refúgios Antiaéreos de Valência

Durante a Guerra Civil espanhola (por volta de 1936), a capital de Espanha foi transferida para Valência e a cidade sofreu inúmeros bombardeamentos. Com o propósito de proteger a população, foram construídos refúgios subterrâneos por toda a cidade. Ainda hoje se podem visitar alguns destes refúgios no Centro Histórico de Valência e aprender mais sobre esta parte da história da nossa vizinha Espanha.

João no Refúgio Antiaéreo de Valência

Nós fomos ao Refúgio Antiaéreo Grupo Escolar del Ayuntamiento que fica por trás e por baixo da Câmara Municipal de Valência. A entrada é gratuita e há também visitas guiadas gratuitas mediante marcação em dias e horas específicos (o melhor é veres aqui informação atualizada).

No interior deste refúgio, encontram-se painéis explicativos desta parte da história assim como vídeos da época. É lamentável imaginar que, há menos de um século atrás, num espaço tão pequeno, se poderiam ali esconder 700 crianças dos bombardeamentos que ocorreram continuamente em Valência durante 237 dias! Dá que pensar não dá?

5. Mercado Central e Praça Redonda

Se gostas de mercados, segue até ao Mercado Central. Bem no Centro Histórico de Valência, aqui encontras um pouco de tudo: de legumes a peixe, de produtos hortícolas a produtos típicos, de souvenirs a bebidas regionais, entre outros.

Ali perto, espreita também a Praça Redonda, uma pequena praça com um mercadinho e esplanadas que lhe dão um ambiente muito próprio.

Vista interior do Mercado Central de Valências com bancas e pessoas
Chafariz e lojas da Praça Redonda em Valência

6. Horchateria de Santa Catalina

Faz uma pausa para um lanchinho na Horchateria de Santa Catalina. Nesta casa com mais de duzentos anos, recomendamos-te provares a famosa orchata de Valência, uma bebida proveniente da chufa, um tubérculo principalmente produzido na zona de Valência. Tipicamente, os valencianos acompanham a bela orchata com um farton, como podes ver na fotografia.

Copo de Horchata e dois fartons em Valência
Ana a entrar para a Horchateria de Santa Catalina em Valência

7. Catedral de Valência e Miguelete

De seguida, podes visitar a Catedral de Valência, de estilo essencialmente gótico e especialmente conhecida pela dita presença do verdadeiro Santo Graal. A visita à catedral e à capela onde esta peça se encontra custa 8€.

Dica 😉 Caso não queiras pagar a visita, é permitido entrar num pequeno espaço de exposição onde podes espreitar para dentro da catedral e ficar com uma ideia de como esta é no interior, apesar de aí não conseguires ver o Santo Graal.

Por 2€ também é possível subir ao Miguelete, a torre da catedral, e do topo dos seus 51 metros de altitude apreciar a vista panorâmica sobre Valência.

Se tiveres a sorte de visitar o Centro Histórico de Valência a uma quinta-feira, não percas o Tribunal das Águas. Este tribunal acontece neste dia da semana às 12h, numa das portas da Catedral de Valência (porta voltada para a Praça da Virgem), e nele são denunciados e sentenciados os delitos que põem em causa o curso e a distribuição das águas pelos campos ao redor da cidade.

O representante de cada acéquia ou canal de irrigação tem a sua cadeira devidamente identificada e representa os devidos interesses. O que ali é dito é lei (juridicamente falando) e este tribunal já perdura há centenas de anos.

Ficamos contentes por termos a oportunidade de assistir a tal evento centenário, apesar de nesse dia não ter havido queixas e, por isso, o tribunal ter sido muito pacífico.

Representantes do Tribunal das Águas à porta da Catedral de Valência

8. Praça da Virgem

Atravessando a catedral, já te vais encontrar na Praça da Virgem ou Plaça de la Mare de Déu, um largo que vale a pena visitar ao final da tarde ou mesmo à noite, assim como toda a área envolvente. Nesta zona do Centro Histórico de Valência as esplanadas enchem-se e qualquer rua ou ruela ganha vida. Aproveita e prova uma das várias cervejas locais de Valência!

Corredor lateral do interior da Catedral de Valência
Pessoas na Praça da Virgem em Valência num dia de sol com a Catedral ao fundo

9. Torre dos Serranos

Por fim, segue até à Porta de Serrans ou Torre dos Serranos, um dos doze portões que faziam parte da antiga muralha da cidade. É possível subir à torre gratuitamente e apreciar a vista sobre o Parque do Rio mas atenção ao horário que de segunda a sábado é até às 19h mas pode fechar mais cedo durante o inverno.

João com as bicicletas em frente à fachada da Torre dos Serranos em Valência

Onde provar a Paella Valenciana

Ao longo deste percurso pelo Centro Histórico de Valência, com certeza que te vai abrindo o apetite. E, uma vez em Valência, não podes passar sem provar a famosa Paella Valenciana!

Apesar de não termos experimentado este local em particular, foi-nos recomendado por gentes da terra a Paella do Restaurante Canela. A qualquer altura neste percurso, podes fazer um pequeno desvio e ir abastecer energias.

E ainda…

E se ainda tiveres tempo e energia, sugerimos-te visitares o Jardim Botânico da Universidade de Valência, cujo valor de entrada é de apenas 2,50€ (vê informação de horários aqui).

Ou então o MuVIM – Museu Valenciano da Ilustração e da Modernidade com ideias bem interessantes e exposições fora do comum, que também podes visitar por apenas 2€.

 

Esta é uma sugestão de rota que podes seguir para visitar o Centro Histórico de Valência num dos teus dias de visita a esta cidade. Espreita o artigo Visitar Valência em 3, 4 ou 5 dias – Sugestão de roteiro para melhor planeares a tua viagem.

Se pensas fazer uma viagem a Valência de forma independente mas precisas de alguma ajuda para a preparar, fala connosco para te ajudarmos no planeamento

Estas são marcas e ferramentas que nós utilizamos nas nossas viagens. Somos afiliados delas, por isso ao usares os nossos links estás a ajudar-nos a manter este blog ativo, além de poderes usufruir de algumas vantagens. Obrigado!
 
⤖ Viaja tranquilo com a Iati seguros , os seguros mais económicos e especializados em viajantes independentes como nós. Aproveita 5% de desconto ao acederes através deste link!
 

⤖Agenda a tua consulta de viajante com a Dra. Andreia Castro, uma médica e viajante experiente, e conhece todos os cuidados de saúde a teres na tua próxima viagem. Contacta-a aqui e diz que vais da nossa parte!

⤖ Grande parte do nosso material de viagem (mochilas, botas, sandálias, alforges, entre outros) veio daqui. Encontra na Decathlon o material que precisas para a tua viagem!


 
⤖ Gostavas de fazer voluntariado durante a tua viagem? Ou estarias interessado em trocar umas horas de trabalho por alojamento? Inscreve-te na Worldpackers e encontra um projeto com que te identifiques. Usa o nosso código MAISPRALA e obtém um desconto de 10$ na tua subscrição! 

⤖ Para procurar e reservar alojamento utilizamos maioritariamente o Booking. Reserva também o teu alojamento aqui.
 
⤖ Encontra tours e atividades em todo o mundo com o Get Your Guide
 
 Poupa e gere o teu dinheiro com o Revolut, a melhor app financeira para evitares despesas bancárias em viagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *