Ilha do Bornéo: explorar a vida selvagem

vida-selvagem-ilha-do-bornéo

A curiosidade pela vida selvagem foi uma das coisas que nos levou a visitar a ilha do bornéo na Malásia

Aí compreendemos melhor o problema da desflorestação devido à produção do óleo de palma, visitámos um Centro de Conservação de Orangotangos e navegámos pelo Rio Kinabantangan de binóculos em punho à procura dos mais variados animais selvagens. Vê neste artigo o que descobrimos!

A desflorestação e o óleo de palma

As utilizações do óleo de palma são das mais diversas e os seus benefícios são altamente referenciados, sendo um dos óleos vegetais mais produzidos do mundo. Margarina, chocolate, velas, cosméticos, lubrificantes, sabão, produção de combustível… enfim, um sem número de finalidades que traz consequências sérias.

Devido ao seu clima favorável, a Malásia e a Indonésia são os maiores produtores de óleo de palma do mundo. Por isso, a floresta tropical na ilha Bornéo, maioritariamente ocupada por estes dois países, tem vindo a ser destruída para dar lugar à plantação de palmeiras.

Com efeito, esta desflorestação faz com que animais selvagens como, por exemplo, o orangotango, tenham cada vez menos lugar para habitar e comida para sobreviver, levando ao aparecimento de cada vez mais animais mortos nesta floresta tropical.

Visita ao Centro de Reabilitação de Orangotangos

Em Sepilok, no lado Este da ilha do Bornéo, visitámos o Centro de Reabilitação de Orangotangos. Um espaço onde são acolhidas crias órfãs e orangotangos doentes para lhes dar os devidos tratamentos veterinários e de reabilitação para que depois eles possam voltar à selva e sobreviver por si próprios.

Este centro não é, portanto, um jardim zoológico. Pelo contrário, é selva aberta onde talvez seja possível ver orangotangos. Nós tivemos sorte e, logo que entrámos na área, havia uma orangotango fêmea muito descontraída que ocasionalmente tinha parado por ali. Passámos a cerca de um metro dela!

E durante um dia inteiro andámos por lá na esperança que eles aparecessem a qualquer momento atraídos pela comida. Ainda vimos mais uns quantos desta espécie que é tão parecida connosco: 96,4% do ADN dos orangotangos é semelhante ao ADN humano. Além disso, surpreendentemente, as palavras “orang utan” em malaio significam Homem da floresta!

homem-da-floresta
macacos-Kinabatangan

À procura da vida selvagem no Rio Kinabantagan

Com vontade de explorar mais a fauna da floresta tropical, fomos à boleia para Sukau, uma aldeia mais a sul junto ao Rio Kinabatangan. Alojados à beira rio, durante dois dias fizemos vários passeios de exploração num pequeno barco. Vimos principalmente pássaros das mais variadas espécies. Grandes e pequenos, pretos, brancos e coloridos. Os nossos favoritos, que são também dos mais raros, foram os calaus com os seus bicos coloridos em forma de corno.

Além dos muitos macacos de cauda longa e curta que por ali andavam sempre, conseguimos avistar vários macacos-narigudos, uma espécie que apenas existe na floresta tropical da Ilha do Bornéo e que tem umas feições muito engraçadas. Vimos ainda um orangotango macho enorme, doninhas, corujas e, por uma fração de segundo, conseguimos avistar um crocodilo que nos pareceu ser dos grandes, além de um vislumbre de um crocodilo bebé. Uma experiência inesquecível!

Em suma…

Estes dias no meio da floresta, à procura dos mais diversos animais, foi das melhores experiências que já tivemos. É preciso paciência e não podemos ter as expectativas muito elevadas, pois sendo animais em vida selvagem, vê-los é uma questão de sorte! Sabíamos por exemplo que havia também elefantes pela região mas não nos cruzámos com eles… ficará para a próxima!

Ficamos já muito satisfeitos com todas estas espécies de animais selvagens que conseguimos ver no seu pleno habitat. Estar no meio da vida selvagem da Ilha do Bornéo foi, sem dúvida, uma experiência única ?

Estas são marcas e ferramentas que nós utilizamos nas nossas viagens. Somos afiliados delas, por isso ao usares os nossos links estás a ajudar-nos a manter este blog ativo, além de poderes usufruir de algumas vantagens. Obrigado!
 
⤖ Viaja tranquilo com a Iati seguros , os seguros mais económicos e especializados em viajantes independentes como nós. Aproveita 5% de desconto ao acederes através deste link!
 

⤖Agenda a tua consulta de viajante com a Dra. Andreia Castro, uma médica e viajante experiente, e conhece todos os cuidados de saúde a teres na tua próxima viagem. Contacta-a aqui e diz que vais da nossa parte!

⤖ Grande parte do nosso material de viagem (mochilas, botas, sandálias, alforges, entre outros) veio daqui. Encontra na Decathlon o material que precisas para a tua viagem!


 
⤖ Gostavas de fazer voluntariado durante a tua viagem? Ou estarias interessado em trocar umas horas de trabalho por alojamento? Inscreve-te na Worldpackers e encontra um projeto com que te identifiques. Usa o nosso código MAISPRALA e obtém um desconto de 10$ na tua subscrição! 

⤖ Para procurar e reservar alojamento utilizamos maioritariamente o Booking. Reserva também o teu alojamento aqui.
 
⤖ Encontra tours e atividades em todo o mundo com o Get Your Guide
 
 Poupa e gere o teu dinheiro com o Revolut, a melhor app financeira para evitares despesas bancárias em viagem.

Gostaste deste artigo? Deixa um comentário.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *