Avançar para o conteúdo

Barcelos: da criatividade à natureza

No Noroeste de Portugal encontra-se uma inusitada região traduzida em formas de estar próprias, gastronomia forte e sotaque carregado. É no coração desta região, o Minho, que podes encontrar e visitar Barcelos.

Aqui a tradição e o património são já expectáveis. Eles existem e não queremos passar-lhes ao lado. Mas em Barcelos há também natureza, biodiversidade, arte, criatividade e juventude.

Vai por nós: dedica uns dias a visitar Barcelos, segue as recomendações que aqui te deixamos e prepara-te para uma experiência heterogénea e animada.

Percursos pedestres pela natureza e ruralidade de Barcelos

Entre o mar e a serra, cruzado a meio pelo Rio Cávado, o concelho de Barcelos só pode ter características ímpares que a natureza aproveita. E numa visita a Barcelos aproveita também tu para conhecer os vários percursos pedestres que se encontram hoje marcados e devidamente sinalizados.

São, por agora, sete os trilhos que nos mostram a fauna e a flora de Barcelos, a sua ruralidade, património e gentes. Dos mais curtos como o PR1 BCL de 7,2km aos mais longos como o PR2 BCL de 16,1km, dos mais fáceis aos mais difíceis, podes optar pelo trilho que melhor se adeque à tua preparação física.

A nossa sugestão: Para uma manhã completa, dirige-te até à freguesia de Fornelos e inicia aí o PR5 BCL – Da Senhora da Consolação às Margens do Cávado. Ao longo destes 12,5km de dificuldade fácil passarás pelas amplas vistas do cimo do monte, pelas frescas margens do rio, pelos campos férteis destas freguesias e por um ou outro apontamento histórico que ainda se preserva pelo caminho. Fizemos este trilho em meados de abril e encontrámos a Primavera a cada curva!

Dica Mais pra Lá...

7 percursos pedestres sinalizados em Barcelos, vê aqui quais são e as suas características, e escolhe aquele que melhor se adequa à tua condição física e à tua vontade.

Em Barcelos faz-se Vinho Verde… e não só!

O Vinho Verde é um vinho único em Portugal, produzido na sua Região Demarcada, zona do Noroeste português conhecida como Entre-Douro-e-Minho onde Barcelos ocupa um lugar central. Uma vez mais, a proximidade ao mar e à serra traz uma biodiversidade e características próprias que em muito beneficiam a qualidade dos solos e das suas vinhas. Barcelos toma então a sua parte na Rota dos Vinhos Verdes e mantém a sua própria rota: a Rota dos Vinhos de Barcelos. Motivados por esta oferta, fomos conhecer duas quintas em Barcelos… e nelas não encontrámos apenas vinhos. Nos donos destas quintas, encontrámos sobretudo enciclopédias vivas cheias de conhecimentos sobre as potencialidades agrícolas dos nossos solos, encontrámos amor à terra, tradições de família e muita simpatia.

Na Quinta da Pegadinha conhecemos o único produtor de queijos em Barcelos… e um dos melhores queijos que já provámos! O Sr. Miguel e a família têm lutado muito para criar uma quinta responsável e trabalham para manter, em primeiro lugar, o bem-estar animal e a qualidade dos solos, onde cultivam até o alimento destas vacas. Todo o cuidado e amor com que a família da Quinta da Pegadinha trabalha reflete-se na qualidade dos produtos… que são deliciosos e que representam também o que de melhor se faz em Barcelos!

As visitas ao público são ainda um projeto futuro para esta família. Mas se tiveres interesse, não te acanhes e contacta o Filipe ou o Sr. Miguel, e se quiseres surpreender o teu palato, prova os queijos e os vinhos da Quinta da Pegadinha.

Dica Mais pra Lá...

Passa pela Folk Lore Store no centro de Barcelos. Lá poderás encontrar as iguarias da Quinta da Pegadinha, assim como outros produtos barcelenses!

Na Quinta do Tamariz estivemos à conversa com o Sr. António e a D. Francisca que representam a continuidade geracional dos Vinhos de Barcelos. Uma quinta que remonta ao século XVI e que ainda hoje se mantém em atividade e com um gosto de louvar só pode ter muito para contar. “Eu não quero muitas uvas, quero boas uvas” diz-nos o Sr. António ao mostrar-nos os 16 hectares de vinhas e a floresta que ele próprio plantou para trazer à quinta a biodiversidade e as características certas para se extrair um bom vinho.

Se a ideia é conhecer a história vinícola de Barcelos e provar um destes vinhos, espumantes ou aguardentes, a Quinta do Tamariz é a nossa sugestão. Está aberta ao público para visitas de segunda a sábado.

Tradição, arte e criatividade na Olaria e no Figurado de Barcelos

Terras ricas em água e em barro motivaram em tempos a atividade da Olaria. Aquela que terá sido das atividades mais importantes do concelho de Barcelos, é hoje tradição e um afazer inato para várias gerações de famílias artesãs. É hoje também espaço criativo para os jovens artesãos que nesta arte exprimem sua liberdade. 

E não falamos aqui apenas da Olaria e das Louças de Barcelos que continuam a ocupar as cozinhas de muitos, mas falamos também do Figurado e das formosas peças que desta arte resultam.

Para conheceres mais da Olaria e do Figurado de Barcelos, sugerimos-te:

  • Visitar o Museu de Olaria, no centro de Barcelos, aprendendo mais sobre estas artes e tradições e, quem sabe, pintando também tu o teu próprio Galo de Barcelos;
  • Percorrer o Roteiro do Mundo Maravilhoso do Figurado: uma rota pelas ruas, praças e rotundas do centro de Barcelos onde se encontram réplicas das peças mais emblemáticas dos artesãos barcelenses. Passa pelo Posto de Turismo para recolheres um mapa deste Roteiro e, se vens em família, pede também o Figu, um caderno com mais de 100 atividades divertidas para entreter e instruir os mais pequenos enquanto percorrem as várias etapas deste Roteiro do Figurado;
  • Visitar oficinas de oleiros e barristas, meter as mãos no barro e ver como se moldam as chamadas “Louças de Barcelos”.

E ainda…

O artesanato em Barcelos não se fica por aqui! Há outras Rotas do Artesanato em Barcelos que podes percorrer… Se estás curioso com estas artes, conhece também as Rotas do Ferro e Derivados, dos Bordados e Tecelagem, da Cestaria e Vime ou a da Madeira. 

As pérolas do Centro Histórico de Barcelos

O Centro Histórico em Barcelos é local de passagem obrigatório, mas não apenas para visitantes. Mesmo para nós, residentes, é aqui que a vida barcelense se passa e, por isso, é aqui que nos vão encontrar certamente.

Mas vamos por partes porque, além da artéria principal deste burgo – a Rua Direita, há alguns apontamentos da parte de quem melhor conhece esta cidade que não deves perder.

Começamos lá em cima, no Jardim Velho onde o coreto alegra a praça e as conversas dos mais velhos que certamente se encontram sentados pelos bancos fora. Descemos a Avenida da Liberdade e deixamo-nos guiar pela Igreja do Bom Jesus da Cruz ao fundo. Não te acanhes: entra neste templo de arquitetura circular e observa as suas singularidades.

À saída estamos no Largo da Porta Nova, onde a Torre Medieval não passa despercebida. Aventura-te e sobe-a: a 20 metros de altura estarás mesmo acima do colorido Jardim das Barrocas e terás uma perspetiva distinta sobre este Centro Histórico.

Ao desceres, desvia pela Rua da Palha onde encontrarás as nossas gentes. Come uma mista no Paulista, bebe um copo de vinho no Escondidinho ou até um fino no Bar do Xano. De estômago mais composto, desce a Rua Direita e admira o comércio local que ainda se vai mantendo por aqui.

Dica

Ao fundo da Rua Direita encontrarás o Theatro Gil Vicente. Espreita a programação e vê se algo te desperta o interesse para um dos teus serões em Barcelos.

Logo abaixo, a nossa praceta favorita: o Largo do Apoio. O ambiente rústico das casas de pedra, a vista privilegiada para a zona baixa do Centro Histórico de Barcelos e a frescura do chafariz são mais que motivos para nos sentarmos nesta esplanada, tomar um café e relaxar.

Daí se vê logo a Igreja Matriz, seguida da emblemática imagem de Barcelos: o Paço dos Condes. Aqui temos a melhor vista sobre o Rio Cávado e com ela vem a vontade de ir ver mais de perto. Descemos á beira-rio e aí apreciamos uma das principais pérolas do Centro Histórico de Barcelos – a chamada marginal velha enquadrada pela icónica Ponte Medieval.

Uma feira semanal viva

Em Barcelos, a feira é um acontecimento semanal que muda tudo na cidade, do trânsito às ementas dos restaurantes (sim, dia de feira é dia de feijoada!). Todas as quintas-feiras, desde o século XV segundo dizem, o Campo da Feira em Barcelos enche-se de legumes, frutas, roupas, acessórios, louças, artesanato, utensílios e até móveis.

Se Barcelos é uma cidade pacata, à quinta-feira a Cidade do Galo ganha outra vida, uma vida bem mais colorida e até ruidosa, pelos pregões dos feirantes. Aquilo que não estiver marcado, pode ser regateado, mas não exageres se não queres ser corrido pelos feirantes 😛

Tenta encaixar a tua visita a Barcelos a uma quinta-feira e vem conhecer uma das maiores e mais admiradas feiras do país.

Entre o mar e a serra, um pôr-do-sol sobre Barcelos

São vários os motivos que levam muitos barcelenses, e não só, a subir ao Monte da Franqueira. Lá no cimo, a Ermida da Nossa Senhora da Franqueira e a fé é o que leva os mais crentes a percorrer os 8km que separam este templo do centro de Barcelos.

A saúde e a atividade física são a motivação de outros para subir e descer os 297 metros de altitude deste monte, seja pelos trilhos de floresta ou pela estrada, a caminhar, a correr ou até de bicicleta.

Mas é com as vistas que dali se alcança que queremos espicaçar a tua vontade de subir ao Monte da Franqueira numa visita a Barcelos. Se for do teu gosto, sugerimos-te pegares numa garrafinha de vinho (quem sabe trazida da quinta de Vinhos de Barcelos que escolheste visitar) e desfrutar de um final de tarde absorvendo a beleza das paisagens que a Franqueira tem à tua espera.

Para Este identificarás os Santuários do Sameiro e do Bom Jesus de Braga e a espreitar mais lá ao fundo a Serra do Gerês. Olhando mais ao perto e ao redor deste monte entenderás toda a geografia do concelho de Barcelos.

Mas é para Oeste que te sugerimos observar. Na escadaria em frente ao Santuário, senta, relaxa e aprecia o pôr-do-sol que se expande do verde das freguesias de Barcelos até ao azul do mar, ao fundo, no horizonte.

Dicas práticas para visitar Barcelos:

Já te convencemos a visitar Barcelos? Quando estiveres por cá, contacta-nos, quem sabe tomamos um café por aí 🙂

Estas são marcas e ferramentas que nós utilizamos nas nossas viagens. Somos afiliados delas, por isso ao usares os nossos links estás a ajudar-nos a manter este blog ativo, além de poderes usufruir de algumas vantagens. Obrigado!
 
⤖ Viaja tranquilo com a Iati seguros , os seguros mais económicos e especializados em viajantes independentes como nós. Aproveita 5% de desconto ao acederes através deste link!
 

⤖Agenda a tua consulta de viajante com a Dra. Andreia Castro, uma médica e viajante experiente, e conhece todos os cuidados de saúde a teres na tua próxima viagem. Contacta-a aqui e diz que vais da nossa parte!

⤖ Grande parte do nosso material de viagem (mochilas, botas, sandálias, alforges, entre outros) veio daqui. Encontra na Decathlon o material que precisas para a tua viagem!


 
⤖ Gostavas de fazer voluntariado durante a tua viagem? Ou estarias interessado em trocar umas horas de trabalho por alojamento? Inscreve-te na Worldpackers e encontra um projeto com que te identifiques. Usa o nosso código MAISPRALA e obtém um desconto de 10$ na tua subscrição! 

⤖ Para procurar e reservar alojamento utilizamos maioritariamente o Booking. Reserva também o teu alojamento aqui.
 
⤖ Encontra tours e atividades em todo o mundo com o Get Your Guide
 
 Poupa e gere o teu dinheiro com o Revolut, a melhor app financeira para evitares despesas bancárias em viagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.