Visitar Marrocos – Guia de Viagem essencial

Vista sobre a praça principal de Marraquexe com bandeira de Marrocos

Visitar Marrocos é mais fácil do que parece. Existem hoje companhias aéreas low-cost com voos diretos de Portugal, não é preciso visto de entrada para portugueses, os transportes entre cidades são recorrentes e confortáveis, a comida é boa e com um pouco de inglês, francês ou espanhol desenrascas-te na comunicação.

Depois de termos estado em Marrocos uns dias em 2017 e uma semana em 2019, foi apenas agora em 2021 que sentimos que passamos a conhecer este país mais à séria. Estivemos um mês e meio a viajar de forma independente do Sul ao Norte deste país do Magrebe que nos levou a listar uma série de dicas e essenciais para uma viagem a Marrocos

Bora lá? Continua a ler para saberes como visitar Marrocos por ti de forma descansada ou espreita aqui se preferires uma tour organizada de 7 dias em Marrocos.

Localização

Apesar de ter uma cultura tão distinta da nossa, Marrocos é já aqui ao lado. Situado no Norte de África, este país fica a 400km do Algarve e apenas a 2 horas de avião do Porto.

Pintor em Ait Ben Haddou a mostrar o seu trabalho

A fronteira com a Argélia e o Saara Ocidental faz com que mantenha muitos traços da cultura africana e da cultura árabe oriental. Mas faz também fronteira com Espanha e os canais marítimos com este país vizinho fazem com que esteja muito próximo da Europa, o que lhe confere uma certa modernidade.

Mapa mundo a indicar Marrocos a vermelho

Como ir para Marrocos

A forma mais económica e rápida de chegar a Marrocos a partir de Portugal é de avião pela companhia low-cost Ryanair. Existem outras companhias aéreas, mas a Ryanair é a que oferece melhores preços além de ter lançado novas rotas em Agosto de 2021. Atualmente pode-se voar diretamente do Porto para Fez, Agadir e Marraquexe e de Lisboa para Fez, Agadir, Marraquexe e Oujda. 

Pessoas na Praça Principal de Marraquexe a não perder se visitar Marrocos
Várias tagines de barro

Também podes chegar a Marrocos por terra, indo pelo sul de Espanha até Tarifa e daí atravessar de Ferry para Tanger (nota: a Setembro de 2021, esta rota estava ainda suspendida devido à pandemia Covid-19, por isso se estiveres interessado nesta opção, recomendamos-te que vejas a informação atualizada sobre esta rota aqui). Embora não tenhamos ido por terra, pesquisamos sobre esta opção acabando por concluir que não compensaria (em termos de tempo e de custos) a não ser que prefiras visitar Marrocos com o teu próprio carro.

Restrições de entrada

Para visitar Marrocos, os portugueses apenas precisam de apresentar o seu passaporte, podendo permanecer no país até 90 dias sem necessitar de visto. De qualquer forma, consulta sempre o Portal das Comunidades Europeias antes da tua visita para confirmares qualquer atualização que possa existir. 

Passaporte e carimbo de entrada para visitar Marrocos

Devido à pandemia de Covid-19, à data deste artigo (setembro de 2021) existem restrições sanitárias específicas para a entrada em Marrocos:

  • Deves ter um certificado de vacinação completa e um teste PCR negativo;
  • Ou deves ter um teste PCR negativo e cumprir 10 dias de isolamento num dos hotéis definidos pelo governo marroquino.

Para atualizações acerca deste tema, consulta a informação do Ministério da Saúde de Marrocos.

Moeda e dinheiro

A moeda utilizada em Marrocos é o Dirham Marroquino que equivale aproximadamente a 10 cêntimos de euro. Assim, sendo uma moeda diferente da utilizada em Portugal, deves ter em atenção as taxas que poderás pagar para levantar dinheiro.

Existem dois tipos de taxas: as do teu próprio banco e as da caixa multibanco que vais utilizar.

Para evitares ou reduzires as primeiras, se utilizares um cartão Revolut, não pagas taxas para levantamentos até 200€ por mês. Ou seja, podes transferir dinheiro da tua conta para o teu cartão Revolut gratuitamente e depois utilizá-lo para levantar dinheiro em qualquer moeda sem taxas adicionais até ao limite referido ou com taxas muito reduzidas a partir desse limite de 200€/mês.

Notas de Dirham marroquinos e cartão Revolut

Para evitares ou reduzires as taxas de levantamento que a caixa multibanco te vai cobrar, deves escolher as caixas multibanco certas. Após várias experiências em Marrocos, verificámos que no CIH Bank e no Crédit Agricole pagámos apenas 2€ por levantamento. Já no BMCI não pagámos nada por isso procura preferencialmente estas caixas. 

Nota: antes de confirmares o levantamento, a máquina deve dar-te informação de quanto te será cobrado pelo levantamento.

Dica 😉

Geralmente sai mais barato trocar dinheiro vivo em casas de câmbio. Por isso, leva algum dinheiro em euros para trocar diretamente em Marrocos.

Quanto dinheiro deves levar? Isso depende de quanto tempo lá vais estar, de quanto dinheiro prevês gastar e, especialmente, de quanto dinheiro te sentes confortável a transportar.

Comunicações

Prepara-te para pagares um balúrdio de roaming se realizares ou receberes chamadas no teu número português ou se ativares os dados móveis. Vejamos como o podes evitar!

Em qualquer hotel/hostel onde fiques alojado, à partida terás acesso Wi-fi o que começa a ser comum também em alguns restaurantes. De qualquer modo, se quiseres ter dados móveis em qualquer lado e um número marroquino para qualquer eventualidade, o melhor é adquirires (gratuitamente!) um cartão SIM logo à chegada ao aeroporto. Pelo menos na área das chegadas do aeroporto de Marraquexe, existem pequenas bancas das três operadoras nacionais onde podes adquirir e ativar facilmente um cartão SIM.

Depois é só carregar internet quando precisares, o que pode ser feito em muitos dos quiosques de rua. O preço normal é de 1GB por 1€. Dependendo do número de Gigas carregados, terás um determinado número de dias para os gastares. 

Dica 🙂

Depois de lermos várias referências, escolhemos a operadora Telecom cuja rede funcionou sempre bem em todo o país.

Transportes locais

Em Marrocos podes deslocar-te de carro, de autocarro, de comboio ou de avião.

Existem várias ligações aéreas domésticas no país, contudo esta é uma opção menos económica que podes escolher caso estejas muito limitado de tempo.

A linha férrea de Marrocos concentra-se no Norte e Noroeste do país, sendo uma ótima opção de deslocação nestas zonas (por exemplo, entre Fez-Meknes-Rabat-Casablanca-Marraquexe). Podes encontrar horários e preços no website da ONCF, a operador nacional de caminhos de ferro.

Viajar de autocarro parece-nos simultaneamente a forma mais fácil e, entre os transportes públicos, a forma mais económica de deslocação em Marrocos. A CTM e a Supratours são as duas maiores companhias de autocarros no país. Têm imensas ligações e facilmente podes comprar bilhetes online.

João a entrar em autocarro
João a pedir boleia em Marrocos

Como tínhamos tempo e flexibilidade, nós optámos quase sempre por viajar à boleia, o que se mostrou geralmente fácil em Marrocos. A não ser para sair das grandes cidades ou nas zonas mais desérticas, nunca esperamos muito tempo (menos de 15-20 minutos) para que alguém parasse e nos levasse até ao nosso destino ou até à localidade seguinte. Andar à boleia revelou-se mais uma vez uma ótima forma de conhecer pessoas, de contactar com os locais e, claro, de poupar algum dinheiro em viagem. 

Podes também alugar um carro e descobrir o país à tua vontade e sem horários!

Segurança

Nos locais mais turísticos é-se abordado a toda a hora, é verdade, e isso muitas vezes traz às pessoas uma sensação de insegurança. Culturalmente não estamos habituados a ser abordados assim e a que nos perguntem se queremos tudo e mais alguma coisa. Nesses locais, temos acima de tudo de ter paciência e, como em qualquer lugar do mundo, temos de ter bom-senso e sensibilidade para distinguir o que é ou não seguro.

Apenas podemos falar da nossa experiência e, quanto a nós, percorremos Marrocos (quase) todo, andámos à boleia, dormimos em casa de marroquinos, bebemos chá com desconhecidos e sentimo-nos sempre seguros. E mais: a simpatia e a hospitalidade das pessoas deixaram-nos rendidos!

Também nos perguntam se é seguro em termos sanitários devido à pandemia. A nossa perceção é que, cumprindo as regras e restrições em vigor, sentimo-nos tão seguros quanto em Portugal.

Por prevenção, recomendamos-te fazeres um seguro de viagem. Nós subscrevemos um Seguro IATI com Cancelamento. Assim, caso apanhássemos Covid-19 durante esta viagem, tínhamos as despesas associadas todas cobertas.

Melhor altura para visitar Marrocos

Passámos um mês e meio em Marrocos em pleno verão de 2021… e não aconselhamos!

Nós só fomos no verão porque, depois de um ano e meio sem sair de Portugal devido ao Covid-19, agarrámos a primeira oportunidade de fazer algo diferente. Mas, por experiência própria, depois de termos suportado diariamente temperaturas acima dos 40º e de termos atingido os 50º por várias vezes, não recomendamos visitar Marrocos entre Julho e Agosto.

Ana e João a observar Ait Ben-Haddou
Jovens a saltar para a água do rio em Rabat

Mas atenção: Marrocos não é sempre quente e, sendo um país que fica entre o Oceano Atlântico, o Mar Mediterrâneo e o Deserto do Saara, o seu clima varia muito de região para região. O Norte é mais húmido e chuvoso no Inverno, e o Sul mais quente e seco onde embora as temperaturas possam descer muito durante a noite e nas zonas altas.

De uma forma em geral, as épocas ideais para visitar Marrocos são entre Março e Maio quando a chuva no Norte já acalmou e as temperaturas são amenas, e entre Setembro e Novembro quando o calor do verão já é suportável.

Dica 👍

Apesar de isto ser o ideal, a melhor altura para visitar um destino é a altura em que o podes fazer!

Para saberes o que fazer e o que visitar em Marrocos, espreita o artigo 9 locais a visitar em Marrocos.

Se pensas fazer uma viagem ao sul de Marrocos de forma independente, fala connosco para te ajudarmos no planeamento! Se preferes uma viagem organizada e em grupo, clica em baixo para veres a nossa melhor sugestão:

Estas são marcas e ferramentas que nós utilizamos nas nossas viagens. Somos afiliados delas, por isso ao usares os nossos links estás a ajudar-nos a manter este blog ativo, além de poderes usufruir de algumas vantagens. Obrigado!
 
⤖ Viaja tranquilo com a Iati seguros , os seguros mais económicos e especializados em viajantes independentes como nós. Aproveita 5% de desconto ao acederes através deste link!
 
⤖ Grande parte do nosso material de viagem (mochilas, botas, sandálias, alforges, entre outros) veio daqui. Encontra na Decathlon o material que precisas para a tua viagem!
 
⤖ Para procurar e reservar alojamento utilizamos maioritariamente o Booking. Reserva também o teu alojamento aqui.
 
⤖ Encontra tours e atividades em todo o mundo com o Get Your Guide
 
 Poupa e gere o teu dinheiro com o Revolut, a melhor app financeira para evitares despesas bancárias em viagem.

Deixa uma resposta

O teu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *